Notícias e Novidades

Quem decide se tornar um vigilante, precisa se preparar muito bem para exercer a profissão com eficiência e enfrentar todos os desafios que cercam o cargo. A primeira etapa a cumprir é realizar um curso de Formação de Vigilantes obrigatório em uma instituição de ensino com credibilidade e reconhecimento no mercado visando adquirir conhecimentos teóricos e práticos da área.

Entretanto, não é só a participação no curso de especialização que garante ao futuro profissional de segurança privada o sucesso na missão de proteger a vida de pessoas e garantir a preservação de patrimônios. É fundamental que os vigilantes possuam determinadas aptidões que auxiliem no desempenho das atividades, como tranquilidade e equilíbrio para avaliar situações e tomar as devidas decisões.

Neste processo, os cursos de reciclagem, de acordo com a Cláusula 35ª da Convenção Coletiva da categoria, também devem ser considerados como instrumentos para revisão e aperfeiçoamento das técnicas aprendidas. Além disso, é de direito do trabalhador que estes possam ser realizados, a cada dois anos, sempre no local de trabalho e mais próximos a sua residência, para facilitar o descanso do profissional e evitar mais estresse do que sua profissão já desencadeia. É obrigação da empresa liberar o profissional para fazer o curso de formação.

Nossa área é muito dinâmica, somos exigidos cada vez mais e o profissional precisa acompanhar as mudanças do mercado de segurança privada. Aquele vigilante que buscar sempre aprimorar suas habilidades e aptidões terá mais chance de crescer no segmento.